VOLTA ÀS AULAS: EXCESSO DE PESO DAS MOCHILAS PROVOCA DORES E DESVIOS NA COLUNA


Fonte: Assessora de Imprensa 0
1st Image

Uma das grandes preocupações dos pais no início do ano letivo é com o peso das mochilas e o tipo de ideal para carregar o material. Mochilas muito pesadas e carregadas de forma inadequada podem gerar dores e alterações posturais. De acordo com o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), órgão ligado ao Ministério da Saúde, crianças que carregam mochilas muito pesadas correm o risco de sentir dores nas costas, desenvolver postura incorreta e apresentar desvios na coluna vertebral.

 

Segundo a coordenadora de fisioterapia do Centro Universitário Estácio Belo Horizonte, Francely Sousa, o peso exagerado das mochilas escolares gera uma sobrecarga mecânica no corpo. “A criança faz um esforço além do que ela poderia suportar, o que pode causar estresse articular e desequilíbrios musculares, que podem evoluir para compressão de nervos e dores nas costas, no pescoço ou nos ombros", alerta a profissional. A especialista sugere o uso de mochilas com rodinhas para evitar problemas de coluna, desde que o puxador esteja adequado à altura do estudante, mas caso o aluno resista à ideia, ela recomenda que o peso da mochila não ultrapasse o limite de 10% do peso da criança. “Se o estudante pesa 40 kg, ele não pode carregar uma mochila com mais de 4 kg, por exemplo”, explica Francely.

 

Outra orientação da professora é que a mochila seja carregada com as alças nos dois ombros, nunca só em um deles, para que a carga fique distribuída na região central mediana do corpo. Além disso, deve estar alinhada na altura dos ombros, pois alças alongadas demais fazem o aluno deslocar o tronco para frente. Os estudantes que optam pelas bolsas do tipo "carteiro" são aconselhados a alternar os lados em que conduzem o material. Uma outra dica importante é que os alunos levem para as aulas somente o material necessário e, no caso de haver armários na escola, procure deixar os livros maiores guardados lá.

Faça o Login para comentar . Você também pode